VARIZES NOS MEMBROS INFERIORES
Posted on: 16 de novembro de 2015

Márcio A. Steinbruch

As varizes nos membros inferiores são veias anormais e permanentemente dilatadas e tortuosas, que podem levar a alterações em certos componentes do sangue, em seu fluxo de retorno. Surgem devido à predisposição genética, que compromete a estrutura das paredes dessas veias ou de suas válvulas (varizes primárias). Podem ocorrer também por causa de outros problemas, como tromboses, traumatismos e angiodisplasias.

Os sintomas mais comuns são a sensação de peso e cansaço nas pernas, especialmente ao final do dia, mais para indivíduos que trabalham por muitas horas de pé. Outros sintomas e sinais como queimação, ardência, inchaço e manchas escuras nas pernas também podem estar associadas às varizes.

Não existe uma forma segura de se evitar o problema varicoso, uma vez que ele está baseado em predisposição genética. Entretanto, o uso de calçados e roupas adequadas, o controle de peso corporal, o uso de meias elásticas, a não permanência de pé por períodos prolongados, repouso e exercícios físicos regulares, aliados a uma alimentação equilibrada, podem atenuar ou adiar o desenvolvimento de varizes ou evitar a piora dos sintomas, mas, isoladamente, a importância de cada um é menor do que em conjunto.

O tratamento das varizes só deve ser realizado por médico especialista, ou seja, angiologista ou cirurgião vascular. O tratamento cirúrgico está indicado para os casos de varizes maiores e mais calibrosas. As “microvarizes” (telangectasias) e varicosidades (veias finais) podem ser tratadas com injeções esclerosantes e laser.

A indicação e o tipo de tratamento mais adequado para cada caso dependem de avaliação médica especializada. Sem tratamento, pode haver piora progressiva da doença, com aparecimento de edema (inchação), hiperpigmentações (manchas) e até de úlceras (feridas).

Agora, vou abordar um tema que me chama muita atenção. As flebites e tromboses venosas são decorrentes da coagulação do seu sangue no interior das veias e suas consequentes inflamações. Podem acometer as veias superficiais, normalmente com evolução mais favorável, ou as veias mais profundas (trombose venosa profunda). A trombose venosa profunda é mais grave e requer tratamento mais intenso. A tromboflebite pode ocorrer quando está presente pelo menos um desses três fatores:

var

* Alterações nos componentes do sangue (problemas genéticos, medicamentos, desidratação e doenças diversas);

* Alterações no fluxo do sangue (varizes, compressões externas, ficar acamado por tempo muito prolongado e problemas cardíacos);

* Alterações ou irregularidades nas paredes dos vasos (trauma, esmagamento e lesão por injeção de medicamentos).

O risco de trombose pode ser agravado pelo uso de hormônios (terapia de reposição hormonal e anticoncepcionais), posições viciosas (permanecer por muito tempo sentado como em viagens aéreas e terrestres). Alguns procedimentos cirúrgicos ou doenças que exijam longos períodos no leito também podem ser um fator agravante.

O diagnóstico nem sempre é fácil e, algumas vezes, acaba sendo feito quando as complicações aparecem. Entretanto, o tratamento imediato e correto, em geral, tem um prognóstico bastante favorável. Para aumentar sua proteção contra a trombose, faça uma avaliação periódica com seu angiologista ou cirurgião vascular.

Saiba mais:        

infotube

 

30 thoughts on “VARIZES NOS MEMBROS INFERIORES

  1. Olá Dr. Márcio Steinbruch,

    doutor eu tenho indicação para cirurgia de varizes, tenho veias bastante dilatadas e as minhas safenas devem ser retiradas, conforme alguns médicos que já me deram o mesmo diagnóstico. Minha dúvida é, se pós cirurgia, eu ficarei com os tornozelos “grossos” e “retos” como vemos em muitos casos de pessoas que retiraram as safenas. Obrigada pela sua disposição.

    1. Cara Rosana,
      Obrigado por nos escrever.
      Primeiramente quero me desculpar pela demora em responder, mas isso se deveu a um problema em nosso provedor. Já está sanado.
      Respondendo à sua pergunta, os tornozelos não ficam “grossos e retos” após cirurgia de varizes. Provavelmente os casos que você viu tinham outros problemas adicionais, como edema linfático, por exemplo.
      Hoje em dia com a utilização de tecnologia laser, não se retiram as safenas, apenas as fechamos e elas param de causar problemas.
      Se você tem indicação cirúrgica, faça sua cirurgia. Será melhor.
      Atenciosamente,
      Marcio Steinbruch.

  2. Olá doutor! Há algum tempo tenho percebido alguns vasinhos azulados, famosas aranhinhas… Ao lado do joelho direito. Será que cremes específicos e alimentação ajuda elas sumirem… ? Ou é melhor passar por avaliação médica para maior diagnóstico ?? Aparentemente parece simples. Obrigada. !!!

    1. Genival,
      É muito difícil determinar a causa de edema sem examinar. Talvez por que não tenha segurança para andar adequadamente, você acaba mancando e formando o edema. O mais correto é fazer uma consulta com o especialista e pesquisar a causa.
      Marcio Steinbruch

    1. Caro Marcelo,
      A maioria dos livros que existem sobre varizes são técnicos. No meu blog e no meu site você encontra alguma literatura em linguajar leigo sobre as varizes.
      Márcio Steinbruch.

  3. Boa noite Dr. Marcelo! Tenho obstrução nas 2 safenas, na esquerda mais do que a direita, qual o beneficio de usar meia de suave compressão, e pode ser só a que é até o joelho? Obrigada;

    1. Boa noite. Se você tem varicosidade nas safenas, o correto é resolver cirurgicamente e ficar livre delas e das complicações (Trombose). Meia elástica de suave compressão faz “cócegas” nas varizes. A compressão correta é 20-30mmHg. E pode ser 3/4 ou seja, até o joelho.

  4. Oi doutor tudo bem me chamo carina e tenho 26 anos e a oito anos atrás tive tvp na perna esquerda gostaria de saber se é normal a perna ficar inchada e doendo faço o uso da meia 7/8 mais mesmo assim tenho dores na perna meu médico me disse que não posso operar por que correria muito perigo será que depois de tantos anos minhas veias já estão canalizadas? Muito obrigada até mais.

    1. Carina, com oito anos de história, muito provavelmente houve alguma recanalização. Porém, quando ela ocorre, as válvulas das veias são destruídas e, com isso, se instala uma insuficiência venosa. Como sequela esta perna sempre terá um inchaço crônico. Se você possui varizes e tem necessidade de cirurgia, necessita obrigatoriamente de uma avaliação mais profunda e, dendendo do caso, poderá fazer a cirurgia tomando todos os cuidados inerentes a situação. Você não está proibida de fazer cirurgia.

      1. Entendi muito obrigada doutor, pela atenção vou conversar direito com o meu vascular para saber qual melhor e adequado tratamento deveremos fazer.

  5. Olá Dr. Márcio, tenho 28 anos e há cerca de 2 anos atrás eu percebi o surgimento de vasinhos nas pernas (possuo predisposição genética), consultei um vascular e ele me indicou a escleroterapia para os vasos que já existiam, não realizei o procedimento por medo de manchas. Para evitar o surgimento de novos vasos ele recomendou: a pratica de atividades físicas, o uso de meias de compressão até os joelhos e um medicamento chamado Diosmin SDU. Comecei a caminhar e fazer musculação, juntamente com o medicamento e o uso das meias. Desde que iniciei na academia tenho feito exercícios leves e com baixa carga, no entanto, notei que o número de vasinhos tem aumentado. Meu vascular não diz nada de concreto, diz que faz parte da genética e que esses vasos estão surgindo porque já iriam surgir, com ou sem musculação.
    Obs.: Eu já pratiquei musculação quando tinha 21 anos e na época apesar de executar um treino mais pesado não tinha nenhum vasinho nas pernas.
    Estou chateada, não quero abandonar a academia porque minha musculatura é flácida, mas tenho medo de que minhas pernas virem um mapa mundi.
    Por gentileza dr., me ajude.

    1. Tamires,
      Infelizmente a genética é implacável. Se você está sujeita a desenvolver varizes, isso ocorrerá. Porém, o sedentarismo é o maior vilão. Praticando esporte você posterga o aparecimento delas e minimiza os efeitos. Mas não se livra de tratá-las. Continue praticando sua ginástica da forma como já faz. Mas não abandone o tratamento. Esclerosar não é tratamento da circulação. Há necessidade de se fazer um diagnóstico preciso das causas e combatê-los. Portanto, antes de realizar escleroterapia, é imperativo que se realize alguns exames, por exemplo o Doppler, para afastar ou diagnosticar a presença de varizes imperceptíveis abaixo da pele. Siga com sua academia, mas realize um exame mais aprofundado.

  6. Boa tarde dr. MARCIO. Estou com um encaminhamento para cirurgia venosa através do SUS, como é bem lento o processo fui avaliada no começo de 2016 e no final do mesmo ano (dezembro) fui diagnosticada com ESCLEROSE MULTIPLA. A partir de Março deste ano, tomo REBIFF Betainferferona 1A 44mcg 3 vezes por semana subcutâneo. Estou com minha circulação cada vez pior. Dores muito fortes. Tenho medo da cirurgia, por causa da anestesia. Tive alguns problemas em duas cesarianas uma a 15 anos outra a 5 anos. Será que devido a Esclerose Múltipla terei problemas com tal cirurgia?

    1. Boa tarde, Rosangela. Se você tem indicação cirúrgica de suas varizes, não há problema algum em operar com seu diagnóstico. Porém se faz necessária uma avaliação de seu médico clínico para liberação. Se ele liberar, pode operar sossegada.

  7. Olá doutor meu nome é Edileuza no começo de 2016 eu tomei uma vez só a infecção de proverá trimestral nao passei bem e não tomei mas porém fiquei um ano sem menstruar e meu corpo começou a reter líquido de lá pra cá sinto muita dor nas pernas ando ando um pouco mais parele que elas vão se quebrar passei no sus e a médica passou varicos e disse que eu só tinha varises superficial porém eu não melhorei fiz um convênio e passei eu fiz ultrason com doopler deu normal em 2017 só que começou a estourar umas veias em mim aí o médico passou um remédio para fortalecer as veias hj dia 14 de janeiro de 2018 eu tô sentindo muito ardor tipo queimando as veias e um ardeu tanto que qd eu olhei Tava a marca esverdeada acho que ela estourou só que a queimacao é nas pernas pés nos braços pescoço e até na nuca estou assustada o que será é das veias isso ??? Eu tenho ernia de disco lombar e tbm tá doendo e fui diagnósticada recentemente com fibromialgia ou o que sinto é da fibromialgia? ??? Obrigada

    1. Cara Edileuza, se você tem Doppler normal, provavelmente estes vasinhos são apenas algo estético. Às vezes eles podem romper, por conta de estresse, e formar hematomas. Varizes não dão sintomas em braços, pescoço etc. Portanto seus sintomas parecem ser por outro motivo e não pelas varizes.

  8. Olá Dr.Márcio, tenho 22 anos e minha veia da perna esquerda dilatou bem no meio da panturrilha nao sou obesa e ela apareceu mesmo fazendo caminhada,fui ao angiologista e ele me falou que é a veia safena e terá que tirá lá pq está subindo na virilha,mas será que terá que tirar mesmo?minha vó tem também mas a dela não dói e a minha sim,gostaria de saber por que algumas doem e outras não, gostaria de alguma resposta para essas duvidas,desde já agradeço.

    1. Cara Layane, o diagnóstico de varizes é eminentemente clínico, ou seja, num exame físico bem realizado em uma consulta, se pode detecta-las. Porém, para se ter certeza do envolvimento da Safena, só mesmo com a realização de um Doppler. Se a safena está insuficiente, nem sempre o paciente terá dor. Mas sempre deve ser tratada. Hoje em dia existem técnicas e tecnologia modernas para o tratamento das safenas onde elas não precisam ser retiradas e sim fechadas com o uso de laser. Assim a recuperação é muito mais rápida e praticamente indolor. Cuidado com profissionais não capacitados. Quaisquer dúvidas, me escreva novamente. Márcio.

  9. Doutor boa noite, a minha mae esta com a perna vermelha, queimando e meio inchada no local, como e fim de semana ela foi ao hospital o medico clinico passou pra ela o flavonid, cefalexina e ibuprofeno e pediu para procura o anguologista. Esse medicamento pode resolver o problema?
    Desde ja agradeço

    1. Cara Renata, aparentemente o que sua mãe tem é uma erisipela. Isso é uma infecção que se localiza no subcutâneo. Se realmente for este diagnóstico, a conduta utilizando um antibiótico será eficaz. Mas é muito importante que ela visite um angiologista para ter certeza. Qualquer dúvida, estou à disposição. Márcio Steinbruch.

    2. Cara Renata, pela história apresentada, parece ser uma erisipela. Veja bem, não examinei. Se realmente o diagnóstico for este, a conduta está correta e deverá resolver o problema. Mas é muito importante que você visite um angiologista. Qualquer dúvida, escreva novamente.
      Márcio Steinbruch.

  10. Dr. comecei a sentir peso na virilia é muita dor depois da reposição hormonal que estou fazendo com estrogênio e testosterona, posso ter alguma complicar não parar a reposto?

    Desde já grata.
    Um abraço

    1. Cara Luciana, obrigado por escrever.
      A reposição hormonal com estrógeno, pode promover uma certa vasodilatação e, caso haja varizes, poderão aumentar os sintomas venosos. Se a indicação da reposição hormonal for realmente necessária, terá que seguir com o tratamento. Portanto, sugiro que procure um cirurgião vascular para fazer uma avaliação de sua circulação venosa e, caso tenha algum diagnóstico, fazer tratamento profilático. Se você cuidar da circulação adequadamente, poderá seguir com o tratamento hormonal sem maiores consequências. Qualquer dúvida, escreva novamente.
      Márcio Steinbruch.

  11. Ola dr me chamo Joelma e moro no esterior por dificuldade com o idioma nao tenho como consultar um medico especialista aqui e no pais onde estou se a varize nao for muito grave é tratado como um tratamento estetico oque eu acredito nao ser verdade mas aqui é assim
    Bom gostaria de uma informação na verdade uma duvida que eu tenho e nao consegui esclarecer com nenhum medico daqui
    É possivel aparecer varizes no pé ?
    Tenho varias veias no pe na parte de cima mas conhecido popularmente como peito do pe mas nenhuma me incomoda com escessao de uma no pé direito que vem sobre a parte central do pé e termina bem atras daquele ossinho lateral do pé essa veia as vezes me incomoda da uma dorzinha enjoada parecendo que esta ardendo ela é mais grossinha e saltada no pé e emcomoda bem ali no ossinho no final da veia nao tenho a menor ideia do porque essa veia me incomoda tanto ja fui no medico aqui mas como eu disse ao dr se nao for causo estremo so consigo passar com medicos que tratam de estetica
    Eu passei em um e ele me disse que so poderia remover ou tratar ela se ela subir do pe para a perna no pe nao pode mecher entao fiquei sem saber oque fazer para tratar ela e nao consegui descobrir se é ou nao uma varize ja tem mais de 2 anos que tenho essa veia
    Eu por minha conta quando sinto ela encomodar uso meias kendal e ela abaicha
    Detalhe trabalho andando uma media de 10 horas por dia caminhando como se estivesse fazendo compras no supermercado com descanso de 10 minutos a cada 2 horas e 45 minutos de almoço
    Se o dr puder me dar alguma orientação do que fazer pois medicos aqui vai ser dificil eu resolver se nao chegar ao estremo e gostaria de ter pelo menos uma noção do que pode ser isso
    Na minha familia não conheço nenhum caso de varizes nem de tromboze
    Obrigada desde ja

    1. Cara Joelma, obrigado por escrever e desculpe a demora em responder.
      Varizes em membros inferiores podem aparecer nos pés também. O médico local tem razão. Mexer cirurgicamente nos pés é muito delicado e só se realiza quando muito necessário.
      Para que eu pudesse ter uma ideia melhor do que ocorre com você, necessitaria examinar suas pernas. Mas, sabendo que você fica em pé por muitas horas contínuas, aconselho a usar as meias elásticas direto no horário de trabalho.
      Qualquer dúvida a mais, me escreva.
      Márcio Steinbruch.

      1. Olá dr,mais uma vez escrevo pq estou com uma dúvida eu tenho a veia safena na perna esquerda só faço esteira nao estou trabalhando por conta disso será que dá algum problema estou muito triste de ter que fica de repouso em casa ,desde já agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *